Barbie investe em versões de mulheres reais e inspiradoras

Não vou negar, fui uma colecionadora de Barbie, e posso garantir que isso influenciou muito a forma como eu me enxergava. Até pouco tempo atrás não era incomum eu dizer frases que enaltecessem pessoas com estética semelhante as minhas dezenas de companheiras de infância. E obviamente eu sonhava em ter alguma boneca Barbie que se parecesse comigo.

A boneca que já foi envolvida em diversas discussões sobre padronização da beleza agora dá mais um passo rumo a diversidade e representatividade.  O objetivo é trazer uma nova visão sobre o icônico brinquedo. Após o lançamento das novas coleções que contemplavam modelos de cores, cabelos e formatos de corpo diferentes, trazer versões de mulheres que fizeram história, que podem servir como inspirações reais para as crianças, é um passo importante e ajuda as crianças a enxergarem além da estética.

A nova coleção, nomeada como “Inspiring Women” (Mulheres Inspiradoras), trará primeiramente nos EUA, as bonecas Frida Kahlo (pintora mexicana, feminista, revolucionária), Katherine Johnson (cientista americana da Nasa) e Amelia Earhart (aquela mesmo de Uma Noite no Museu 2, a primeira mulher a voar pelo Atlântico sozinha), mas já há uma lista de homenageadas que serão contempladas com uma versão da famosa boneca.

 

A marca traz com essa abordagem novos modelos de inspiração para as crianças, traz a tona a importância das mulheres dentro do contexto social, e me faz ter vontade de colecionar Barbie novamente.  As caixas trarão informações sobre a vida e a carreira, o que pode tornar a brincadeira ainda mais interessante.

De acordo com a pesquisa feita pela Mattel, 86% das mães entrevistadas disseram se preocupar com os tipos de modelo aos quais as filhas estão expostas. E os novos modelos foram criados a partir dessa conclusão, eu considero a campanha interessante, necessária, mas tenho minhas dúvidas se terá o mesmo sucesso de modelos mais fantasiosos. Torço bastante para que tanto as mães, como as crianças sejam atingidas pelo lançamento, ainda que não comprem a boneca (que imagino que não terá o preço tão acessível) tenham a curiosidade de descobrir quem foram/são aquelas mulheres.

O universo feminino vai muito além do “mundo rosa” que nos impõem desde a descoberta do sexo do bebê, e eu fico muito feliz em perceber que a força feminina vem tomando forma, ou melhor, formas e cores, tão diversas, cheias de personalidade, identidade e força.

Lívia Monteiro

Lívia Monteiro é publicitária, produtora de eventos, especialista em gestão cultural e em projetos. Representante Oficial do Fashion Revolution em BH. CoFounder e CMO do Cidadela. Fascinada por moda, cultura, cinema e literatura, vive com a cabeça na lua e precisa lembrar de manter os pés no chão...