Semear, Germinar, Florescer

Como vocês já sabem entrei em um profundo processo de autoconhecimento em agosto de 2015… entre os muitos cursos de desenvolvimento pessoal e profissional que vivenciei, dou destaque para o Crescendo com Amor, Dragon Dreaming e pro 4ª Inteligência que me abriram a visão sobre mim, me instigaram a crescer, me fizeram acreditar no meu poder de realização e de criar. Considero que assim começou minha semeadura. Até porque em uma das vivências do Crescendo com Amor, o Carlos me disse que somos sementes, que precisamos acreditar no nosso potencial de nos tornarmos grandes e produtivas árvores.

Bem semeada, ainda na busca, ainda um pouco perdida e querendo abraçar o mundo eu descobri no comecinho de 2016 o Programa Germinar (não podia ter um nome melhor não é mesmo?). Fiquei interessada por ver o Gabriel como palestrante, uma pessoa que eu havia visto uma vez na vida mas que sem saber influenciou muito na minha decisão de me entender, eu estava um pouco deprimida e com medo por diversos turbilhões que estavam acontecendo na minha vida e ele me deu o clique pelo simples fato de pedir para eu me apresentar na reunião de boas vindas do Impact Hub e dizer que as pessoas precisavam saber quem eu era, nessa hora eu pensei, mas nem eu mesma sei… rs

Bom, não consegui ir na palestra do Gabs, mas isso apenas aguçou mais minha curiosidade e vontade de pesquisar sobre este curso que seria o divisor de águas na minha vida. Eu entrei ainda meio sem saber o que me esperava, me apaixonei pela antroposofia (fiz muitas leituras antes de começar o programa), aguardei ansiosamente o primeiro módulo e quando cheguei ao local me senti tão conectada e integrada que parecia que tudo lá havia sido preparado para mim.

Conheci uma equipe maravilhosa de facilitadores e estagiárias que serviram de inspiração, que souberam passar muito bem seu conhecimento, que trouxeram mais luz para minha vida. Eu germinei por aproximadamente 6 meses, com os melhores colegas de curso, que me ensinaram tanto com suas histórias, suas visões de mundo, suas forças, seus temperamentos, seus conselhos, seus exemplos. Amizades que o tempo jamais vai apagar do meu coração.

Germinar foi uma experiência incrível, o conteúdo abre nossa mente para uma visão mais orgânica da vida, compreendi o sentido da minha vida, mergulhei em mim, desenvolvi mais respeito pelas histórias, tempo e escolhas dos outros. Reorganizei meus projetos, abri mão de tanta coisa que não cabia mais, guiei minha vida pensando, sentindo e agindo… a cada módulo uma evolução tão clara, uma melhora tão significativa em todas as áreas da minha vida que eu não tenho outra palavra a não ser Gratidão para definir meu sentimento.

Me reaprendi, me despertei, me libertei… em poucas vezes consegui absorver tanto um conteúdo quanto nessa experiência (sou naturalmente distraída, mas lá aprendi que isso pode ser trabalhado e posso ter foco 😉 ). Não sei mensurar o tanto que foi importante, para mim, Germinar na turma 155, aprender tanto com cada um deles, mas agora não tem mais módulo, vou ter que caminhar sozinha, sem o bálsamo dos encontros bimestrais, vou me desenvolver mais consciente, mais feliz, vou florescer e espalhar por aí o quão profundo e intenso é esse processo, o quanto é transformador ver a vida com novos olhos, pensar, sentir e agir com o coração.

Para quem se interessar em Germinar em Belo Horizonte as turmas estão com as inscrições abertas pra saber mais sobre esse programa maravilhoso clique aqui.

Lívia Monteiro

Lívia Monteiro é produtora de eventos, especialista em gestão cultural e em projetos. Voluntária no IVB. Fascinada por moda, cultura, cinema e literatura, vive com a cabeça na lua e precisa lembrar de manter os pés no chão... ainda sonha visitar Paris.